pormenor oculto no abaporu

A mão apoia a cabeça
miúda, de olhos pendidos,
o nosso olhar sequestrado
para o cacto, sem espinhos,
e o silêncio da paisagem
pintam sua casa com a cor
de que é feito o corpanzil
incapaz de alguma paz.
Com um ar assexuado,
o corpo esconde a nudez
atrás da perna disforme,
mas o ângulo por que é visto
desnuda a sua solidão.

Anúncios