UMA TRADUÇÃO DE CHARLES BERNSTEIN

charles-bernstein

OBRIGADO POR DIZER OBRIGADO*

Este é um poema

totalmente acessível.

Não há nada

neste poema

que seja de algum

modo difícil

de entender.

Todas as palavras

são simples &

precisas.

Não há novos

conceitos, nenhuma

teoria, nenhuma

idéia para confundir

você. Este poema

não tem pretensões

intelectuais. É

puramente emocional.

Ele expressa plenamente

os sentimentos do

autor: meus sentimentos,

a pessoa que fala

para você agora.

É tudo sobre

comunicação.

De coração para coração.

Este poema aprecia

& valoriza você como

um leitor. Ele

comemora o

triunfo da

imaginação humana

em meio a armadilhas &

calamidades. Este poema

tem 90 linhas,

259 ​​palavras e

mais sílabas do que

tenho tempo para

contar. Cada linha,

palavra & sílaba

foram escolhidas

para transmitir apenas o

significado pretendido

& nada mais.

Este poema abjura

obscuridade & enigma.

Não há nada

escondido. Cem

leitores leriam

cada um o poema

de forma

idêntica & tirariam

a mesma mensagem

dele. Este

poema, como todo

bom poema, conta

uma história em estilo

direto, que nunca

faz o leitor

adivinhar. Enquanto

às vezes exprime

raiva, amargura,

ressentimento, xenofobia,

& sugestões de racismo, o seu

tom final é

afirmativo. Ele acha

alegria mesmo

naqueles momentos rancorosos

da vida que

compartilha com

você. Este poema

representa esperança

para uma poesia

que não vira

as costas

ao público, que

não acha ser

melhor do que o leitor

que está comprometido

com a poesia enquanto

forma popular, como pipa

voando & pescando

moscas. Este poema

não pertence a nenhum

movimento, não tem

dogma. Não segue

nenhuma moda. Ele

só diz o que

diz. É

real.

[Charles Bernstein. Girly Man, Chicago University Press, 2006, pp.  7-9]

*THANK YOU FOR SAYING THANK YOU”: “This is a totally / accessible poem. / There is nothing / in this poem / that is in any / way difficult / to understand. / All the words / are simple & / to the point. / There are no new / concepts, no theories, no / ideas to confuse / you. This poem / has no intellectual / pretensions. It is / purely emotional. / It fully expresses / the feelings of the / author: my feelings, / the person speaking / to you now. / It is all about / communication. / Heart to heart. / This poem appreciates / & values you as / a reader. It / celebrates the / triumph of the / human imagination / amidst pitfalls & / calamities. This poem / has 90 lines, / 269 words, and / more syllables than / I have time to / count. Each line, / word, & syllable / have been chosen / to convey only the / intended meaning / & nothing more. / This poem abjures / obscurity & enigma. / There is nothing / hidden. A hundred / readers would each / read the poem / in an identical / manner & derive / the same message / from it. This / poem, like all / good poems, tells / a story in a direct / style that never / leaves the reader / guessing. While / at times expressing / bitterness, anger, / resentment, xenophobia, / & hints of racism, its / ultimate mood is / affirmative. It finds / joy even in / those spiteful moments / of life that / it shares with / you. This poem / represents the hope / for a poetry / that doesn’t turn / its back on / the audience, that / doesn’t think it’s / better than the reader, / that is committed / to poetry as a / popular form, like kite / flying and fly / fishing. This poem / belongs to no / school, has no / dogma. It follows / no fashion. It / says just what / it says. It’s / real.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s