programa de vida, programa de pensamento

O futuro é impenetrável: esta é a lição que nos deram as ideologias que pretendiam possuir as chaves da história. É verdade que às vezes o horizonte se cobre de sinais: – quem os traça e quem pode decifrá-los? Todos os sistemas de interpretação falharam. Há que voltar a começar e fazer a nós próprios a pergunta que a si fizeram Kant e outros fundadores do pensamento moderno. Entretanto, não me parece demasiado ousado denunciar a superstição da história. Foi e é um grande armazém de novidades, umas maravilhosas e outras terríveis; também foi uma imensa adega onde se acumulam as repetições e as cacofonias, os disfarces e as máscaras. Depois das orgias intelectuais deste século, é preciso desconfiar da história e aprender a pensar com sobriedade. Exercício de nudez: desprezar os disfarces, arrancar as máscaras. Que ocultam eles? O rosto do presente? Não, o presente não tem cara. A nossa tarefa é, justamente, dar-lhe uma cara. O presente é uma matéria simultaneamente maleável e rebelde: parece obedecer à mão que a esculpe e o resultado é sempre diferente do que imaginávamos. Temos que nos resignar, pois não resta outro recurso: pelo único fato de estarmos vivos, temos que enfrentar o presente e fazer um rosto dessa confusão de linhas e volumes. Converter o presente em presença. Daí que a pergunta sobre o lugar do amor no mundo atual seja, ao mesmo tempo, crucial e inevitável. Escamoteá-la é, mais que uma deserção, uma mutilação.

[Octavio Paz. A praça e a alcova. A chama dupla: amor e erotismo. Lisboa, Assirio e alvim, 1996, p. 113-4]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s