O RETORNO DO REAL

PRINCÍPIO
No meio de frases destruídas,
de cortes de sentido e de falsas
imagens do mundo organizadas
por agressão e por delírio,
como vou saber se a diferença
não há de ser um pacto novo,
um regresso às histórias e às
árduas gramáticas da preservação.
Depois dos efeitos de recusa,
se dissermos não, a que diremos
não?
Que cânones são hoje dominantes
contra que tem de refazer-se
a triunfante inovação?
Voltar junto dos outros, voltar
ao coração, voltar à ordem
das mágoas por uma linguagem
limpa, um equilíbrio do que se diz
ao que se sente, um ímpeto
ao ritmo da língua e dizer
a catástrofe pela articulada
afirmação das palavras comuns,
o abismo pela sujeição às formas
directas do murmúrio, o terror
pela construída sintaxe sem compêndios.
Voltar ao real, a esse desencanto
que deixou de cantar, vê-lo
na figura sem espelho, na perspectiva
quase de ninguém, de um corpo
pronto a dizer até as manchas
a exacta superfície por que vai
onde se perde. Em perigo.
***
O poema acima, do poeta e crítico português Joaquim Manuel Magalhães, causou frisson ao ser publicado em Os dias, pequenos charcos, em 1981, junto com seu livro de crítica Os dois crepúsculos, em que abria guerra contra a poesia portuguesa dos anos 50 e 60 de viés neovanguardista, experimental e abstrata [característica também no Brasil (irmãos Campos e muitos outros), França (Oulipo) e América Latina (Lezama Lima, Severo Sarduy, Julio Cortazar e muitos outros), pelo menos]. É uma declaração de princípios a favor do “regresso às histórias e às árduas gramáticas” e de uma volta “ao real”. Causou época a polêmica e até hoje tem seguidores. Ajuda muito a pensar o que houve e tem havido com a poesia brasileira desde os anos 70 também. Mas aqui fico apenas com o poema.
Anúncios

Um comentário em “O RETORNO DO REAL”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s