O ESQUECIMENTO EM YUCATÁN

contaram-me que existem cristos
com rostos lívidos modulados em cera
têm barba e cabelos autênticos
e lágrimas de sangue feitas com rubis
em yucatán… acendendo fogo

onde nada consegue arder imobilizo-te
no início da memória esqueço o magro corpo
a doença sem nome dizimará os orgãos escondidos
debaixo da pele e do sangue… parto em viagem

mesmo antes de ter chegado… devasso a noite
e as palavras sem ninguém… em yucatán
morro longe do mundo e não acredito
em nada do que me contaram

pena não encontrar na internet as fotos mais teatrais que al berto fez.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s