PARTI PRIS

retóricas produzem fantasmas perigosos:
eu, filho do carbono e do amoníaco,
monstro de escuridão e rutilância;
eu, terceiro elemento,
inquietante rosto que não sabem,
que nunca saberão escrever.

[reescrito de um poema já postado]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s