ÀS ESCURAS

poesia é encontro às escuras
encontro nas ruas
encontro de escritas
encontro de contras
contra-tempos, contra-escritas
poesia pesa-nervos
poesia contra o medo
contra textos
contra professores
contra profissionais
contra mim mesmo
que escolhi a escola
pois não presto, pois não prezo
as escolhas do tempo
as recolhas do tempo
contra-escrevo e espremo
escravo de mim mesmo
senhor de mim mesmo
estudo sem mim mesmo
pois poesia pois é
pouso e decolagem
descolagem escriptográfica
do meu estar aí, aqui, acolá
errando arisco no risco
do caderno sem termo
poesia desencontro do tempo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s