cidade de fofocas e grandes olhos a vigiar estrangeiros se afogando na prata que as águas da baía exibem extáticas

cidade de cala boca! pois quem manda no futuro do pretérito de armadilhas é a tradição de sobrenomes e heranças

cidade de casarões e ocasiões envelhecidas pelo mau trato – desapreço estirado nas pedras escorregadias entre parte alta e baixa

cidade de amores vãos – que só amam a justa medida da memória que é a falsa verdade da vida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s