REESCRITAS

FRÁGIL SAÚDE IRRESISTÍVEL

§
frágil saúde irresistível,
febre malsã, rebordo do corpo,
delineia a impureza na ponta dos dedos,
detidos em letras sem fim,
abismo aberto para meu riso;

§
frágil saúde irresistível,
me arrebata até a vertigem,
me arremessa até a indecência do absolutamente
físico em mim, em tudo, em todos
capazes de cruzar fronteiras;

§
frágil saúde irresistível,
volta, revolta, reviravolta,
sintoma sem trauma, incurado, incurável,
sem tempo para viver, para grafar
grafismos rupestres nas coxas morenas do mundo;

§
frágil saúde irresistível,
entorna minhas delicadezas,
me atravessa, tumultua toda a paz que possuo
como morto feliz, me vitaliza, me tiraniza,
mágico, trágico, autofágico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s