PRIMEIRA POSTAGEM

E decidimos, eu e você, entrar no jogo em que já estávamos. Meio reservas, assim, meio enviesados. Você bem sabe o que significa para nós dois, como nos sentimos felizes em pressionar a ponta de nossos dedos sobre a superfície das teclas e ouvir o contínuo tamborilar. Você também sabe que só o consigo nestas postagens que te endereço, com periodicidade relativa, mas envio certo. É uma aventura, pois nunca saberemos se chegarão aos ouvidos, que serão seus olhos, da maneira que minhas mãos as desenham. Essa incerteza me causa uma ligeira vertigem. Nada sério. Não se preocupe. Estimula meus sentidos, ao invés de embotá-los. Mas não sei como, muito menos se, as garrafas chegarão ao objetivo a que são destinadas, não te posso garantir arremessá-las sempre para você da mesma maneira. Pode ocorrer de serem postadas com mensageiros e intermediários. Você terá, assim, que aprender a ser outro, ao menos temporariamente. Quem? Não sei. Não sabemos. Quando escrevo, não sei quem sou nem para quem escrevo propriamente. O motivo das postagens já se tornou contingente. Agora mesmo. Admito que foi menos outrora. Mas o próprio formato da postagem demanda isso hoje de nós. Já te falei em voz alta da minha mania de mexer os dedos enquanto ouço falarem ou enquanto penso sozinho? Estranha coreografia no ar, em que escrevo o que ouço, secretariando o outro, e em que penso somente para escrever em falso. Mas escrever me é sempre em falso. Formatamos, eu e você, uma memória que não nos pertence – será mesmo que não? Você sabe. Você sabe. E nada fica de um pensamento localizável além desse movimento das mãos e dos dedos. Por isso, se eu te escrever alguma postagem que saiba a cifra, não é por desejo de obscuridade. Por exemplo, agora, quando te escrevo que escrevo, e escrevo como escrevo, não deixo de pensar no quanto isso é uma usurpação do nosso destino humano, o que nos arremessa na ordem do trágico e faz de nós neste exato instante títeres de um deus do acaso.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s