O QUE HOUVE? + POEMA

Tenho postado pouco nas últimas semanas porque me mudei e ainda estou sem internet em casa. Mas é só dar as costas um pouco e algo aconteceu com o leiaute do blog. O que houve com a imagem do fundo? Encurtou sozinha? Bem, para reativar aos poucos essa relação, segue um poema inédito.

MEMÓRIA DA IMPUREZA

a corda bamba dança
balança sua lembrança
corda com que recorda
fotos que não são mortas

passado ainda quente
e vivo para sempre
corpo muito pesado
o fardo de um pecado

o tempo lembra lento
ainda habita dentro
não-lugar de fronteira
só – sem eira nem beira

estranho na cidade
nem escravo nem padre
nas grades da polícia
sua memória mestiça

recordação da corda
que no corpo incorpora
uma dança da história
que o arremessa pra fora

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s